sábado, 16 de agosto de 2014

aconteceu no 26º sarau da casa amarela (5)


"A tarde avançava devagar sobre o céu de São Miguel. A
bucólica rua da Casa Amarela só nos ofertava um tranquilo
desassossego quando o bulício das crianças, brincando do
lado de fora - outra situação improvável na maioria das ruas
paulistanas - surpreendia nossa atenção por algum grito
mais exaltado. Noves fora, o domingo estava uma "diliça".
E aí vem o MC (mestre de cerimônias) Akira e bota no
tablado diminuto da CA o tímido Plínio Camillo, primeiro
convidado especial do sarau. Lançando seu novo livro, a
prosa contundente de "Coração Peludo", Plínio, solícito e de
sorriso fácil, ainda assim não se fez de rogado. Defendeu
suas obras, contou histórias, leu dois hilários textos curtos
(num deles, um textículo do sarcástico "O Namorado do
Papai Ronca", onde pediu o apoio da poeta Janete Braga
nos diálogos). Saiu ovacionado."


escobar franelas (trecho de resenha sobre o 26º sarau da
casa amarela).

- foto by lígia regina

2 comentários:

  1. Respostas
    1. salve, salve, comadre enide santos. obrigado pela visita, um grande abraço do akira.

      Excluir